O Clã Son

Conhecido Clã de cavaleiros e criadores de cavalos. Os Son possuem a vasta fama de serem os melhores cavaleiros da Cidade Vermelha, montam e conduzem um eqüino com apreciada maestria. No Exército Vermelho sua cavalaria é imbatível e muito temida pelos outros povos. Costuma-se dizer que Son e cavalos se fundem em apenas um durante as guerras, apesar de não ser só nas guerras que demonstram não haver entendimento melhor entre homem e cavalo. Se são famosos pela forma de montar e combater montados, de competência e fama ainda maior, é a habilidade Son para criar e domar cavalos. Parece um talento nato para a perícia. Possuem técnicas até então totalmente desconhecidas para lidar com eqüinos, chegando a gerar comentários de que os Son conversam com seus cavalos.

No passado, obtiveram nas mãos, uma raça de cavalos forte, garbosa e veloz, que há séculos tem sua pureza mantida, cruzando, para tal, apenas com cavalos de mesma raça. Essa raça especial, aliada à técnica mais especial ainda dos Son para adestrar, é vendida por altos preços, para os mais diversos Clãs da nobreza. Para manterem o controle total sobre sua raça especial de cavalos, os Son, vendem apenas as éguas, mantendo os cavalos machos muito bem seguros em seus próprios campos, defendidos a todo custo. Sem dúvida alguma, o Clã possui altas somas de dinheiro, que provém da venda dos caríssimos cavalos e do adestramento de cavalos comuns dos outros Clãs.

Essa soma, garante a manutenção do alto luxo que os Son gostam de viver, lhes garantindo uma outra fama: a de maiores esbanjadores e pomposos dentre os Nul’l. Não possuem apreço algum pelo dinheiro e gastam sempre que necessário e até quando não o é. Um cavalo Son, é inconfundível, pois possui 8 patas, é preto como ébano na idade de potro, fica marrom na fase adulta e branco reluzente quando mais velho que oito anos.

Conta-se que as técnicas misteriosas e secretas de treinamento surgiram há séculos, quando um velho Son, desprovido da visão, resolveu criar um cavalo para ser seus olhos. Como não dispunha de nada, nem ao menos um chicote, arreios ou cabresto, fez o adestramento com aveia e conversa, sendo bem sucedido em sua empreitada. O cavalo passou a guiá-lo aonde queria, bastando para tal dizer o nome do local em seus ouvidos. A técnica desenvolvida foi então passada para o filho que passou para o neto e assim sucessivamente até que fosse marca de todo o Clã. Essa lenda explica o motivo pelo qual os Son controlam seus cavalos por assobios, chamam pelo nome, como se fossem pessoas, retornam para casa sozinhos, ou carregando o dono feridos levam em um lugar conhecido por eles, sendo que para isso, basta dizer o nome do local no ouvido do animal como na lenda do velho Son. Os cavalos que recebem seu treinamento, também são sempre dóceis e calmos com seus donos e extremamente violentos e eficazes contra os inimigos dos seus donos.

Requisitos: Família Abastada

Outras denominações: Cavaleiros, Criadores de Cavalos, Domadores de Cavalos, Mestres dos Cavalos, Pôneis e Potrancas (Para as mulheres)

Aparência: os Son sempre se vestem de forma luxuosa, abusando tanto da seda, linho e jóias. Vender artigos para o visual para um Son, pode ser mais fácil que arrancar um brinquedo de uma criança Nul.

Localização: A esmagadora maioria dos Son vive na Rua Son. A Rua é cercada por verdes campos que se estendem por quilômetros. Onde sempre se vê belíssimos cavalos correndo livremente a se exercitarem ou recebendo treinamento. É uma das mais belas visões da Cidade Vermelha, ver um cavalo empinando em um campo Son, com o pôr do sol ao fundo, tal como representado no estandarte do Clã.

O Clã Son

Drakullia eliasmpjunior eliasmpjunior